company logo

Quadro de Avisos

Curta a página da Geofísica UFPA no Facebook. logo-facebook

 

HORÁRIO DE AULAS

Para visualizar o horário de aulas clique aqui.

Up

2010

É feito um estudo do esquema inversão para a determinação de anisotropia na vizinhança de um receptor situado em um poço a partir de dados de VSP walkaway multiazimutal. Os dados se constituem das componentes verticais do vetor de vagarosidade e do vetor de polarização de ondas qP diretas e refletidas. A inversão _e feita a partir de uma aproximação de primeira ordem em torno de um meio isotrópico de referência que estabelece uma relação linear entre os parâmetros fracamente anisotrópicos ou parâmetros e as componentes verticais dos vetores de vagarosidade e de polarização. Uma discussão sobre a escolha dos parâmetros do meio isotrópico de referência é apresentada. Em seguida, a estabilidade das estimativas para diferentes números de perfis, tipos de onda (direta ou refletida) e níveis de ruído é analisada. Por _m _e mostrado que para meios TI, apenas com a análise do quadrado da velocidade de fase calculada a partir das estimativas de apenas 15 parâmetros WA, no caso os que podem ser recuperados a partir de ondas qP, pode se estimar a orientação do eixo de simetria desse meio.

 

Palavras Chave: Anisotropia, parâmetros fracamente anisotrópicos, VSP

Neste trabalho foi desenvolvido um estudo da subsuperfície rasa para investigar uma possível contaminação provocada por água salgada advinda de viveiros de camarão. O estudo foi realizado na fazenda Nossa Senhora de Fátima localizada na Vila Caratateua, município de Curuçá – Pará. As metodologias geofísicas eletromagnéticas utilizadas foram o Slingram e o radar de penetração do solo (GPR). Foi realizada a coleta de água dos poços nas vizinhanças para medidas em laboratório dos parâmetros físico-químicos, condutividade elétrica, pH, STD e salinidade, e a medida a profundidade do nível freático dos poços. A interpretação dos dados de Slingram permitiu identificar a presença de zonas mais condutivas (provável contaminação salina) e zonas mais resistivas (possíveis blocos lateriticos). Através dos dados de GPR identificou-se a presença de zonas atenuadas provavelmente indicando a contaminação salina e refletores que indicaram os blocos lateriticos e o nível freático local. Os resultados obtidos da correlação entre os dados, mostrados através de mapas de contornos, bloco-diagrama 3D, pseudo-seções e radargramas, demonstram que a combinação das duas metodologias eletromagnéticas Slingram e GPR é bem apropriada para esse tipo de investigação.

  

 

Palavras Chave: Geofísica aplicada. Slingram. GPR. Contaminação salina. Vila de Caratateua.

O objetivo principal deste trabalho foi o processamento do dado sísmico da linha 68, da Bacia do Jequitinhonha, adquirido pela PETROBRAS em 1985. As técnicas utilizadas seguem um fluxograma pré-estabelecido e realizado seguindo um arquivo M akefile que funciona como um organizador de etapas. O processamento utilizado é conhecido como processamento convencional e tem as seguintes etapas como principais: Ajuste de geometria; Silenciamento; Filtragem; Análise de velocidade; Empilhamento e Migração. Estas etapas foram realizadas no ambiente de trabalho Linux e no sistema denominado de Seísmic Unix desenvolvido no Center for Wave Phenomena-C' WP da Colorado School of Mines, instalado nas máquinas do Laboratório de Processamento Sísmico - PROSIS.

 

Palavras Chave: Imageamento Acústico. Processamento Sísmico. Empilhamento. Migração.

 

Empilhamento sísmico tem o objetivo de simular um experimento de afastamento nulo e é frequentemente aplicado no processamento de dados sísmicos com múltipla cobertura. A seção empilhada apresenta maior relação sinal-ruído que os dados sísmicos. Em sua forma convencional, o empilhamento sísmico está associado à reorganização dos traços em famílias CMP, à etapa de análise de velocidade, e às aplicações das correções NMO e DMO. Alternativamente, as seções de afastamento nulo podem ser obtidas através da estimativa automática de parâmetros que otimizam medidas de coerência em um conjunto de CMPs adjacentes. Na literatura, existem várias metodologias para se realizar a otimização desses parâmetros, neste Trabalho de Conclusão de Curso realizei a implementação das técnicas de otimização Powell e Quase-Newton. Estes algoritmos foram validados para o método CRS 2D no conjunto de dados sintéticos Marmousoft. Os experimentos numéricos indicam que os dois métodos são eficientes e que o método de Powell apresentou melhor eficácia na estimativa dos parâmetros.

 

 

Palavras-chave: Geofísica. Empilhamento CMP. Empilhamento CRS. Otimização Powell. Otimização Quase-Newton. Marmosoft

As soleiras de diabásio desempenham papel relevante no processo de maturação da matéria orgânica em todas as bacias paleozóicas brasileiras, entretanto, dificultam a exploração sísmica devido ao diabásio perturbar o sinal sísmico, gerando reflexões múltiplas e divergência esférica. As modelagens destas estruturas geológicas complexas nos permitem um melhor entendimento das mesmas, e consequentemente o desenvolvimento de novas técnicas que diminuam os riscos exploratórios da indústria petrolífera. No presente trabalho são apresentados os resultados da modelagem 2,5-D de estruturas geológicas complexas (soleiras de diabásio do tipo bifurcadas e saltadas), onde foram construídos modelos geológicos

(estrutural e estratigráfico) e geofísicos (velocidade). Tais resultados foram obtidos pelo uso do software de modelagem geológica e geofísica GOCAD (Geological Object Computer Aided Design), aplicados sobre um conjunto de dados sintéticos, anteriormente processados.

 

 

 

Palavras-chave: Geofísica. Bacias paleozóicas. Modelagem 2,5-D.

Neste trabalho são mostrados os passos para o cálculo de filtros para transformadas cosseno, através de mínimos quadrados. Foram gerados filtros cosseno de 19, 30 e 40 pontos para serem comparados com os mais recentes da literatura. Os filtros gerados são aplicados para o cálculo do campo elétrico gerado por uma linha infinita de corrente sobre um semi-espaço homogêneo. Para o cálculo daquele campo, encontramos uma integral que tem solução analítica e é possível observar qual filtro mais se aproxima da mesma. Na maioria dos casos os novos filtros tiveram melhor comportamento, devido o novo analisar mais pontos dos parâmetros que definem o mesmo e fazer a escolha do filtro por uma adaptação do método sugerido por D.Guptasarma (1982).

 

 

Palavras-Chave: Geofísica. Convolução discreta

O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) teve como objetivo o processamento de dados sísmicos marinhos da linha 5519 da Bacia Geológica do Camamu localizada no Estado da Bahia. Os dados desta linha foram obtidos pela PETROBRAS em 1985 e cedidos ao Grupo de Sísmica do Curso de Graduação em Geofísica da UFPA para fins acadêmicos. O tratamento do dado divide-se em duas etapas: Pré-Processamento e Processamento, e segue uma ordem de procedimentos estabelecidos em um fluxograma. Os procedimentos da etapa do pré-processamento são principalmente: (1) organização da geometria; (2) edição de traços ruidosos; (3) filtragem; e (4) deconvolução. Os procedimentos do processamento são: (1) análise de velocidade; (2) correção; (3) empilhamento NMO; e (4) migração. Todas as etapas citadas foram realizadas utilizando o sistema livre Seismic Un*x, desenvolvido pelo Central Wave Processing (CWP) da Colorado School of Mines.

 

Palavras Chave: Processamento sísmico convencional. Geometria. Silenciamento. Filtragem. Análise de velocidade. Empilhamento NMO. Migração. Bacia do Camamu.

 

O zoneamento faciológico trata da identificação e do posicionamento, em profundidade, das diversas fácies atravessadas por um poço e pode ser considerado como o principal produto geológico da análise de testemunho, em função da sua importância para o modelamento geológico e para a caracterização de reservatórios. O termo fácies agrega um conjunto de características, macro e microscópicas, descritas sobre amostras de rocha coletadas em afloramentos ou retiradas de testemunhos, que podem ser relacionadas às propriedades petrofísicas de toda a camada. Em razão do reduzido número de poços testemunhados, das dificuldades operacionais para a coleta de testemunhos representativos e, em alguns casos, da impossibilidade técnica de testemunhagem, como nos poços horizontais, apresenta-se uma metodologia baseada nos denominados algoritmos inteligentes, aqui representados por um novo modelo de rede neural artificial, a rede competitiva mínimo angular, que, a partir do reconhecimento de padrões angulares presentes nos registros dos perfis de porosidade representados no Gráfico L-K é capaz de integrar os resultados da análise geológica de testemunho à interpretação de perfis, para produzir o zoneamento faciológico de poços não testemunhados. Este método é avaliado com dados sintético e perfis de poços testemunhados do Campo de Namorado, na Bacia de Campos, Brasil.

 

 

Palavras-Chave:  Perfilagem geofísica de poços. Interpretação geológica. Algoritmos Inteligentes

Neste trabalho é apresentado um estudo do esquema de inversão que determina a anisotropia local na vizinhança de um receptor situado em um poço a partir de dados de VSP walkaway multiazimutal. Os dados constituem-se das componentes verticais do vetor de vagarosidade e do vetor de polarização de ondas qP diretas e refletidas. A inversão é feita a partir de uma aproximação de primeira ordem em torno de um meio isotrópico de referência que estabelece uma relação linear entre os parâmetros fracamente anisotrópicos (parâmetros WA) e as componentes verticais dos vetores de vagarosidade e de polarização. È apresentada uma análise da sensibilidade dessa formulação ao numero de fontes distribuídas por perfis, em seguida é feita uma discussão sobre a escolha dos parâmetros do meio isotrópico de referência.

 

 

Palavras-Chave: Inversão (Geofísica). Anisotropia local. Parâmetros de fraca anisotropia.Dados de VSP Walkaway multiazimutal

Metodos automaticos para estimativa de modelos de velocidade atraves de migricao pre-empilhamento tem melhor  desempenho quando a amplitude dos eventos em famılias ponto-imagem-comum sao equalizadas. Na analise de velocidade em tempo, a escolha da funcao peso no operador de migracao Kirchhoff controla a amplitude dos eventos migrados. Experimentos numericos avaliando cinco funcoes peso indicam que uma boa equalizacao de amplitude pode ser obtida utilizando-se aproximacoes de funcoes pesos deduzidas a partir do operador de migracao de verdadeira amplitude do tipo Kirchhoff. Outro metodo eficaz e computacionalmente mais eficiente para se equalizar a amplitude de eventos em famılias
ponto-imagem-comum e utilizar uma funcao peso que compense apenas o fator de obliquidade.

Obter informações sobre a interface de separação entre o embasamento e o pacote sedimentar é de grande importância para a exploração de hidrocarbonetos, pois a partir do conhecimento desta interface podemos localizar prováveis feições propícias à acumulação de óleo e gás. Apresentamos neste trabalho a interpretação de três perfis gravimétricos na Bacia de Taubaté, localizada no estado de São Paulo, e de dois perfis gravimétricos na Bacia do Recôncavo, localizada no estado da Bahia. Aplicamos o método do ajuste robusto de polinômios nos dados gravimétricos de ambas as bacias para obter a anomalia Bouguer devido à bacia sedimentar. Na bacia sedimentar de Taubaté aplicamos em duas etapas o método do ajuste robusto de polinômios para remover efeitos de grande comprimento de ondas devido principalmente a interface crosta-manto. Para a bacia do Recôncavo utilizamos o método do ajuste robusto de polinômios em dados gravimétricos Bouguer corrigidos do efeito gravimétrico devido à crosta-manto. Obtivemos as interpretações do delineamento do relevo do embasamento, de ambas as bacias, utilizando o método de inversão não linear com o vínculo de suavidade global. A interpretação gravimétrica do relevo do embasamento da Bacia de Taubaté mostrou uma profundidade média de 895 m, indicando um embasamento raso, enquanto que a interpretação gravimétrica do relevo do embasamento da Bacia do Recôncavo mostrou uma profundidade média de 6,32 km, indicando um embasamento profundo. Ambas as interpretações estão consistentes com análises estruturais presentes na literatura.

 

Palavras-chave: Geofísica. Interpretação gravimétrica. Inversão não linear. Bacia de Taubaté. Bacia do Recôncavo

Este trabalho propõe uma ferramenta para o ensino do método gravimétrico na forma de um sítio de testes controlado para a realização de medidas gravimétricas sobre um poço cavado no solo. Calculamos o campo gravimétrico devido a um cilindro e usamos este cálculo para modelar um levantamento gravimétrico sobre um poço vazio. Tal sítio pode ser empregado nas aulas de gravimetria da Faculdade de Geofísica da UFPA, em trabalhos que incluem a necessidade dos estudantes realizarem o levantamento, o processamento dos dados, com correções gravimétricas e a interpretação.

A identificação de litologias é uma tarefa fundamental na caracterização de reservatórios de hidrocarbonetos e, normalmente, é realizada durante a análise de testemunho por geólogos. A técnica de obtenção de testemunhos é realizada em um número restrito de poços em um campo e, consequentemente, não permite uma identificação da extensão lateral dos reservatórios. Em alguns casos, o processo de extração do testemunho é simplesmente inviável, como nos poços horizontais. A perfilagem de poço, ao contrario do processo de testemunhagem, é feita, normalmente, em todos os poços, fornecendo informações continuas ao longo da profundidade, que podem ser utilizadas para a identificação litológica. O objetivo deste trabalho é apresentar um algoritmo inteligente baseado na inferência fuzzy para o reconhecimento de padrões e a transformação das respostas dos perfis de poço em informações sobre a litologia. Este método utiliza um conjunto convencional de perfis (raio gama natural, sônico, densidade e porosidade neutrônica) e uma calibração fuzzy em um poço testemunhado para a identificação litológica de um reservatório siliciclástico. É apresentada uma aplicação utilizando poços do Campo de Namorado, na Bacia de Campos.

 

 

Palavras-Chave: Geofísica de Poço. Litologia. Algoritmos inteligentes. Inferência Fuzzy.

Existem áreas na sub-superfície terrestre que apresentam estruturas geológicas complexas (e.g. falhas, domos de sal, diques, dobras, soleiras de diabásio e etc.) que reduzem a qualidade do imageamento sísmico, fornecendo como resultado falsas imagens das estruturas geológicas sob investigação. Nas estruturas rochosas chamadas de pré-sal, onde os reservatórios podem se encontrar entre 5.300m e 7000m de profundidade, abaixo de uma espessa camada de sal que funciona como um selo de vedação, as tecnologias de modelagem e visualização podem ser utilizadas para minimizar o risco exploratório de petróleo e gás, bem como para verificar as diferentes topologias de estruturas complexas, construção de mapas, seções transversais, correlação de poços, simulação de canais, interpretação geológica, modelagem 3D (modelo estratigráfico, modelo de velocidades, reservatórios, bacias sedimentares, superfícies com topologias arbitrárias), e etc. Neste trabalho foi utilizada a ferramenta de modelagem 2,5D com o objetivo de modelar estruturas geológicas complexas na região de pré-sal. Os modelos gerados foram os modelos estruturais, estratigráfico, e de velocidades. Para a construção desses modelos foram consideradas seções geológicas, e sísmicas (dados reais) de bacias sedimentares brasileiras onde existem estruturas presentes na região de pré-sal. Neste modelo destaca-se a presença de um sistema petrolífero compreendido nessa região. Estas estruturas podem fazer parte de bacias sedimentares e estar localizadas em áreas com estruturas adequadas para a acumulação de hidrocarbonetos.

 

 

Palavras-Chave: Indústria Petrolífera. Pré-sal. Modelagem 2,5-D. Estruturas geológicas complexas.

A interpretação de anomalias gravimétricas em bacias sedimentares é de extrema
importância na prospecção de hidrocarbonetos. A demanda por interpretações cada vez
mais detalhadas, contendo um número muito grande de observações e parâmetros a
serem estimados tem forçado a busca de métodos eficientes de inversão gravimétrica
aplicadas a estes ambientes. Apresentamos um novo método para a inversão de
anomalias gravimétricas devidas ao relevo do embasamento de bacias sedimentares
baseado na aproximação linear entre a anomalia gravimétrica e a espessura do modelo
fita horizontal. As observações são modeladas por um conjunto de fitas horizontais
justapostas cujas espessuras são os parâmetros a serem determinados. Cada
observação é modelada por um conjunto de fitas a uma determinada profundidade,
sendo que as observações com menor amplitude em valor absoluto estão associadas a
conjuntos de fitas localizados em profundidades menores. Este procedimento realça as
estimativas de feições muito profundas do embasamento, o que normalmente não é
possível com os métodos existentes baseados em aproximações lineares. Os
resultados obtidos, estabilizados pelo funcional estabilizador de Tikhonov de primeira
ordem (suavidade) reproduzem a forma do relevo do embasamento, mas em uma
escala diferente da verdadeira. O conhecimento da profundidade do relevo em um
ponto do embasamento é usado para trazer o relevo estimado para a escala correta. O
método proposto foi testado em anomalias sintéticas e reais, produzindo sempre
resultados comparáveis ao método não linear, que é mais preciso. O método proposto,
no entanto exigiu sempre menor tempo computacional. A diferença no tempo exigido é
tanto maior quanto maior o número de observações e parâmetros.

Display Num 
Powered by Phoca Download


Fornecido por Joomla!. Valid XHTML and CSS.

hairstyles 2014